O Programa Cozinheiros do Amanhã

O objetivo do programa é a formação de um ecossistema de empreendedores, que impactam o ambiente sócio-econômico onde vivem, através da transformação dos hábitos alimentares, criação de renda e consciência ambiental.

São os COZINHEIROS DO AMANHÃ.

Foto: Leo Aversa

Através de uma residência de 3 meses em período integral, são desenvolvidas competências essenciais para o empreendedorismo responsável no mundo da gastronomia. O programa que se inicia na Fazenda Culinária, no Museu do Amanhã, possui um módulo na Fazenda Bananal em Paraty e outro módulo na Faculdade Hélio Alonso (FACHA), ambos com seleções independentes ao final da residência.

O PROGRAMA COZINHEIROS DO AMANHÃ não é um curso de culinária e sim uma formação de empreendedorismo no setor de gastronomia, que promove a aproximação destes novos cozinheiros com o conceito da alimentação do amanhã através do aprendizado prático no dia-dia da cozinha, em uma casa que oferece estrutura, equipamentos, profissionais e a compreensão dos processos sustentáveis.

Realizado nas três unidades de negócio da Fazenda Culinária: Restaurante, Café e Eventos, o residente participa de todas as etapas do funcionamento de uma cozinha profissional. São ensinados na prática os aspectos mais importantes da estrutura de um empreendimento, de um ambiente que tem como missão entregar uma alimentação saudável, saborosa, educativa e sustentável, gerando empregos e desenvolvimento social. Experienciam o relacionamento em trabalho coletivo, de equipe; são cobrados pela higiene, organização; ficam cientes de leis, tributos, análise de custos; aprendem a orçar e planejar um negócio; e muitos outros tópicos necessários para a criação de sistemas de trabalho no mundo da gastronomia.


O segundo módulo é uma imersão de três dias na Fazenda Bananal, fazenda educativa de produção agroecológica em Paraty. Após a realização de entrevista em uma nova seleção, três alunos por ano serão chamados para esta etapa do programa. Conhecerão a horta, a queijaria, os animais e a agrofloresta, abordando alimentos orgânicos e o aproveitamento máximo de ingredientes.

Às beiras da Estrada Real, as terras da fazenda ocupam uma área restaurada que fez parte de uma trilha de caça e coleta dos índios Guaianás saindo do litoral de Paraty e seguindo até o Vale do Paraíba, na região de Taubaté.

Com 180 hectares de área total, é uma área de preservação de 70% de Mata Atlântica e, a partir de 2015, foi iniciado um trabalho de restauração através do plantio de 21 mil árvores. Através desta herança natural, cultural e da biodiversidade, a Fazenda Bananal celebra a sustentabilidade e a eco-agronomia do projeto.

No terceiro módulo, o residente passa por uma nova seleção para o curso Comunicação e Gastronomia, ministrado pela jornalista Juliana Dias na Faculdade Integrada Hélio Alonso (FACHA). Entre os assuntos abordados estão a crítica gastronômica, o marketing, a publicidade, o mercado editorial e a fotografia, aproximando a gastronomia das práticas comunicativas. Para adquirir uma bolsa de 100% para o curso, o candidato passa por uma nova seleção.

Os Cozinheiros do Amanhã são os futuros empreendedores da área de gastronomia, fruto de reflexões a respeito do desenvolvimento econômico, através da criação de renda e empregos, desenvolvimento social, através da conscientização e reeducação alimentar, e ambiental, com maior integração entre a produção responsável e as mesas dos comensais.

PÚBLICO: futuros empreendedores
FAIXA ETÁRIA: a partir de 17 anos
VAGAS: 24 alunos por ano
SELEÇÃO: ser cozinheiro e já ter alguma experiência em comidas de rua, feirinhas ou foodtruck, ou ser estudante de gastronomia. As principais habilidades determinantes para a inscrição são a vontade de aprender e a dedicação.
HORÁRIO: terça à sábado, das 9h às 16h. Não há remuneração para os participantes.
É um programa de treinamento sem custo nem remuneração.

Inscrições encerradas! Em breve enviaremos email aos selecionados para a primeira etapa da seleção.

Apoiadores: